Eventos

Ciclo de Conferências AICEP 2022 – Cibersegurança – Os Desafios Legais da Ciber-resiliência na Era Digital

Ciclo de Conferências AICEP 2022 – Cibersegurança – Os Desafios Legais da Ciber-resiliência na Era Digital

À semelhança do sucedido no ano anterior, a Associação Internacional das Comunicações de Expressão Portuguesa (AICEP) juntou-se uma vez mais a vários dos seus Associados e Parceiros para a realização, durante este ano, de Conferências e Webinars com a finalidade de debater os grandes desafios para o setor das Comunicações, designadamente lusófonas, não só os que já tinha antes da pandemia causada pela Covid-19, a nível global, mas também os que estão a resultar no Pós-Covid-19.

A primeira conferência deste Ciclo de Conferências 2022 foi realizada em parceria com a “VdA – Viera de Almeida & Associados”, foi subordinada ao tema “Cibersegurança: os Desafios Legais da Cyber-Resiliência na Era do Digital”, realizou-se no passado dia 28 de abril e, moderada por Tiago Bessa (Sócio da VdA), teve como oradores, para além dele próprio, Inês Antas Barros (Sócia da VdA); Francisco Nginamau (Diretor de Auditoria, Fraude e Gestão de Risco da Movicel de Angola) e Adilson Gomes (Chefe da Unidade de Controlo de Tráfego de Telecomunicações do INCM – Autoridade Reguladora das Comunicações de Moçambique).

A cibersegurança é um tema cada vez mais relevante devido ao aumento contínuo dos ciberataques: a transição para a economia digital, juntamente com os impactos da pandemia da COVID-19, estão a potenciar o crescimento das ciberameaças.

Os últimos dois anos foram fortemente marcados pela ocorrência de ciberataques de grande dimensão, tendo os ataques de “malware” emergido como a ameaça mais relevante na União Europeia e o “phishing”, o roubo de identidade e o “ransomware” aumentado de forma substancial.

Os inúmeros participantes nesta Conferência e que assistiram em todo o mundo, em particular lusófono, a esta conferência, puderam, desta forma, ver e ouvir os referidos oradores a partilhar a sua visão e as suas reflexões sobre esta tão oportuno e crítico tema e sobre o Relatório Global de Risco do Fórum Económico Mundial para 2022, o qual destaca exatamente a cibersegurança como um risco crescente para as indústrias e organizações, não constituindo, por isso, qualquer surpresa que a cibersegurança esteja a ser objeto da atenção crescente dos legisladores e reguladores nacionais dos vários países.

Data:
Categoria:

NEWSLETTER

Subscreva a nossa Newsletter e fique a par das últimas novidades das comunicações no universo da lusofonia.